quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

ENERGIA EMOCIONAL AGOTADA PARA HOJE

Vi um hospital com uma "sala de triagem", teria pensado que tal "institução" solo existía nos campos de concentração ..... E a pessoa que fui a visitar olhou para mim com uns olhos no mesmo tempo muito confusos e muito lúcidos e provavelmente foi a ultima vez que a vi, mas as convenções não permitem que se digam tais coisas.

Depois vi um lar da Santa Casa da Misericordia que já conhecia porque lá morreu alguem que numa epoca da minha vida amava por acima de tudo e fiz-me uma grande impressão de lá voltar. Mas o que mais energia costou foi reprimir a emoção, algo que não gosto e que não quero fazer e que acho uma atitude erronea. Mas nao podia ser doutra maneira porque estava lá com alguem que se comportou tão friamente como se fosse o Polo Norte em pessoa (o que provavelmente foi só a maneira dele de lidar com a emoção) mas isso junto com a minha emoção reprimida transformou-se numa agressividade que normalmente não sinto. Resume: tive mais uma emoção para reprimir e estou completamente vazia.......

Mas, curiosamente apessar de este panoramo foi um dia bom em que aprendi algumas coisas importantes.

BOA NOITE

8 comentários:

mdsol disse...

:))

Anônimo disse...

Tenho andado ausente. Foram quase 3 semanas quase sem computador. Mas agora o problema parece estar resolvido. E eu vou voltar às lides.

:)))) Zé-Carlos

WOLKENGEDANKEN disse...

Ola Zé-Carlos ! parece que fizeste uma cura de desintoxicacao do computador
involuntaria :)) Fico contente de te ver aparecer de novo

Anônimo disse...

E foi : já não me sinto culpado de não "aparecer"...
:))) Zé-Carlos

mena m. disse...

Gosto de te ver positiva, apesar do desgate emocional!!!!

São experiências dolorosas, mas também crescemos um pouco...

Um beijão!

WOLKENGEDANKEN disse...

Ah sim, sim, estou positiva a pessar de tudo foi uma semana com muitos bons momentos e ficaria com muito gosto mais uma ......

bettips disse...

As pessoas vão-se desumanizando, é uma evidência especialmente nos hospitais e afins. Para se protegerem ...da "humanidade", no fim de contas o que mais importa nas relações.
(peço desculpa, várias vezes te leio mas a rede perde-se ao tentar comentar. Há vários amigos com os quais isso me acontece!)
Abraços (e saudades para Viena).

L disse...

Estamos sempre a aprender *