sexta-feira, 26 de setembro de 2008

E QUE MAIS COISAS HAVIA NA CARTEIRA ??? ........SEI LA, MUITAS !!!!!

Titulo misterioso ? Pois ontem a noite tive o grande prazer que me roubaram a minha carteira com ...... pois tudo ....... mais o menos a documentação de toda a minha vida . Soa dramatico ? Não é, só muito chato, isso sim....
Foi um dia um pouco complicado. Tinha fixado - há semanas - uma reunião na escola as 15h que não podia adiantar de nenhuma maneira e as 18h30 estava convidada a participar num curso de meditação organizado por um certo Franz que fica como tema de otros posts :)) e entre as duas coisas ainda precisava de fazer algumas compras.

Então a minha planificação da reunião previa todos os trucos possiveis para abreviar procesos, cortar a palavra as pessoas sem eles se sentirem ofendidos, presentar os temas de tal maneira que se podia votar sem grandes discursos preparatorios.... Enfim, pensei que por uma vez serviam as coisas que se aprendem nos seminarios de gerencia. Terminamos as 17h30 com tudas as questôes resolvidas. Como voces terão reparado sou fantastica !!! :)) e fiquei muito contente comigo.

Quando saimos da reunião começou a chover, mas a chover .... um verdadeiro diluvio. Mas, parecia um dia bom: uma das minhas colegas que tinha o carro na porta ia mais o menos na minha direcção. Ainda melhor, precisamente quando chegamos ao sitio onde eu queria ficar, terminou de chover. Fui na loja onde compro os meus pinceis. Fui servida enseguida porque não havia ninguem mais.... Parecía um destos dias que tudo funciona, que tudo se faz sozinho ......

Chegué ao centro Shambhala com absoluta puntualidade e la encontrei o Franz a fazer chá e a limpar a cozinha. Confesso que ver um homem a limpar uma cozinha de propria vontade é para mim uma imagem quase erótica :))

Tudo decorreu muito bem. Gostei da palestra do Franz porque os exemplos que dava eram todos muito pessoais. Depois os dois ficamos a conversar muito tempo. Infelizmente no momento que abordamos o tema prometedor que practicamente todos os amigos budistas tinham parcieiros ou parcieiras igualmente budistas porque com o tempo e a experiencia da comunicação "de coração a coração" as relações "normais" podiam-se tornar um pouco frustrantes ..... pois precisamente neste momento apareceu outro companheiro com a intenção de pôr um grande número das "almofadas" para a meditação num carro para as emprestar a não sei quem...... E claro, a unica coisa para fazer era ajuda-lo. Resultado, em vez de conversas romanticas havia trabalho. Bom, a vida é assim :))

Depois, já era tarde, fuimos para o metro e cada um tomou a sua direcção. E eu estava contente e não prestei muita atencão a minha mala .... Cheguei a casa, era quase a uma da manha, quis tirar algumas coisas da mala para pôr outras e ...... não encontrei a carteira .... curiosamente era a unica coisa que faltava. Por exemplo a minha camera que sempre levo comigo lá estava ....

Bom, passei uma boa parte da noite a ligar para varios numeros de emergencia para "anular" cartões de banco, o cartão visa.... Fiz uma lista das coisas mais importantes: cartão da segurança social, o passe dos tranportes publicos para um ano (440 euros :( ) , a carta de condução, uma suma relativamente importante de dinheiro porque tinha a intenção de fazer um pouco de "shopping" na tarde da sexta ...... e seguramente uma longa lista de coisas que nem lembro .......

As duas da manhã fui a deitar-me para me levantar outra vez as 6h30 para ir a trabalhar. Pensei ligar para a escola e dizer que não podia ir porque tinha que ir a policia, mas depois decidi não transformar o assunto numa grande tragedia e fui a trabalhar.

Revelou-se boa ideia porque só tinha duas aulas numa turma post-secundaria, ou seja os estudantes tem vinte e tantos anos. Depois de constatar que eu não estava em muito boa forma, preguntaram o que passava e contei-lhes a historia. E então foram tão simpaticos de aparecer depois da pausa com moedas de chocolate para "melhorar a situação financieira". Os colegas tambem foram positivos, deram muitos conselhos como recuperar isso e aquilo. Uma amiga disse que "em realide poupaste dinheiro, porque imagina o que talvez terias gastado no shopping e agora provavelmente já não tens vontade nenhuma para ir hoje".

Efectivamente passei o resto da manhã e practicamente todo a tarde a organizar-me. Só a declaração na polica demorou hora e meia. E a verdade estou agradavelmente sorprendida porque tudo foi relativamente facil. Os cartões novos fazem-se em poucos dias. O "e-card" da segurança social tambem ( e ainda por cima gratis), os transportes publicos daõ um duplicado do passe gratis ( haleluja, 440 euros que não perdi !! ), o resto tambem é rapido mais caro. Em suma perdi muito dinheiro e vou pagar muito tambem para recuperar os documentos e cartões, mas enfim é só dinheiro, há muitas coisas piores....

Para recuperar a perdida, decidi não donar nada a ninguem durante uns meses mas depois começei mal, porque na porta do banco estava a mulher de sempre que vende um jornal feito por sem-abrigos e que sempre me recebe com um grande sorriso porque sabe que sempre lhe compro o mesmo jornal varias vezes e não tive o coração de começar as medidas de austeridade com ela ....

11 comentários:

ALMARIADA disse...

:)

Aqui há tempos houve uma campanha publicitária que afixou cartazes com uma torrada queimada na torradeira e a frase "Gostamos de dias não, gostamos da vida como ela é"

O primeiro que vi foi numa manhã que não começou nada bem e ler esta frase fez-me sorrir...

e ainda bem porque foi mesmo um dia NÃO e cada vez que me acontecia mais uma coisa eu lembrava-me da frase e... que havia de fazer? sorria... :)

até a publicidade pode ter coisas boas... :)

beijinhos para ti!

Anônimo disse...

Já é azar !
Não desanimes...Tudo tem solução !
:))) Zé-Carlos

mdsol disse...

Wolkengedanken, linda:

Como tu transformas um contratempo tão grande, num episódio, como bem dizes, importante mas não dramático. Que bom é aprender contigo a "contornar" as situações! Mas também te digo... tens sorte viver num país que "funciona". Por cá as coisas não se resolvem com tanta simplicidade!
beijinhos

intimidades disse...

eu guardo tudo na minha carteira
recordacoes

Joaks

Paula

Véu de Maya disse...

ficção ou realidade? presumo que infelizmente realidade e chatice para ti...destaque para a coragem e a bravura revelada....dia difícil...mas coneguido.

abraços

Professorinha disse...

Bem, parece que no fim tudo se resolveu pelo melhor!

Quanto à tua pergunta, os professores têm 22 tempos lectivos na escola a dar efectivamente aulas, depois têm mais 2 tempos que podem ser usados para dar aulas ou apoios a alunos com necessidade. Têm mais 1 tempo para susbtituições o que leva a um total de 25 horas na escola. Temos depois 10 horas para o nosso trabalho individual, se tivermos mais de 100 alunos, teremos 11 horas para esse trabalho que podemos realizar em casa. No meu caso, tento fazer o mais possível na escola para não ter que andar a a carregar com livros e tudo o resto para cá e para lá. Além de tudo isto temos reuniões de professores que se repetem mais vezes do que gostaríamos, mas pronto. Estas reuniões são pós-laborais, ou seja, depois das aulas acabarem.

Bem, mais alguma pergunta, estou aqui!

Beijos

WOLKENGEDANKEN disse...

Almariada: penso que se dedica muitissimo dinheiro e talento nos "spots" de publicidade. Assim, as vezes tem que sair coisas engracadas que até tem alguma utilidade :))

Solzinha e José-Carlos: Fue muito desagradavel e uma perdida material consideravel, mas é verdade que se me presentaram muitas solucoes muito rapidas e em parte gratuitas e que tive a "oportunidade" de comprobar que a burocracia funciona muito melhor do que tinha pensado.De facto em uma semana vou ter todos os cartoes novos e recebi inmediatamente as cartas da seguranca social e o passe de transporte.

Paula: pois eu tambem. Isso era o problema !!

Veu de Maya: Ah,nao, nada de ficcao, infelizmente a cruda realidade. Mas como nao serve e nada queixar-se e lamentar-se, melhor valorar as solucoes rapidas. :))

professorinha: obrigada pelas informacoes. sim, sim, haverá mais perguntas :))

mena m. disse...

O que não tem remédio, remediado está...

Exemplar a maneira positiva como enfrentaste o problema.

Um abraço de Berlin.

PS obrigada pelas visitas;-)!

dona tela disse...

Uma semana muito fixe para si.

WOLKENGEDANKEN disse...

Ola mena.

"O que não tem remédio, remediado está..."
Aha. Bonita frase, isso é como "glücklich ist, wer vergißt, was doch nicht zu ändern ist ..."

E sempre um prazer ver as suas fotos extraordinarias.

um beijinho duma Viena hoje muito pensativa .... :))

LuCe disse...

Tem sido uma boa forma de encarar a situação. Se calhar era um teste para ver como reagias e tens reagido da forma certa